Add Your Blog | | Signup
AHCRAVO'S BLOG · 20h ago

como caem as árvores

1. ouvi o barulho da serra. levantei-me. vesti-me. peguei na máquina. aproximei-me e comec...
AHCRAVO'S BLOG · 21h ago

crónicas da xávega (207)

a memória a memória escreve-se na areia e vai com o vento não há malhas que a prendam e tu...
AHCRAVO'S BLOG · 1d ago

apelo de uma árvore

aqui onde me vês cresci para as nuvens e para a terra sou mais que ninguém d’aqui não tenho pernas tenho raízes fundas que me prendem não tenho corpo tenho tronco que te abriga não tenho braços nem dedos tenho ramos e folhas que te fazem sombra e te ...
AHCRAVO'S BLOG · 1d ago

os moliceiros têm vela (268)

frema palavra da terra das gentes do serem dela cheios alguns deixo a frema para que falem dela e vejam no homem a frema de ser e só assim continuar o que é a frema pergunto-vos (torreira; r...
AHCRAVO'S BLOG · 2d ago

marcadas para abater

“vamos alargar a rua e, não vê, estão velhas” e foi assim, hoje de manhã, que um funcionár...
AHCRAVO'S BLOG · 3d ago

quem safa as redes, safa a vida?

depois de largar e alar safar peixe se houver há que safar e arrumar as redes são muitas as horas para tão pouco ganho falo da solheira (torreira; junho; 2017)
AHCRAVO'S BLOG · 6d ago

parabéns ti abílio carteirista

parabéns ti abílio será que este ano são mesmo os 80? ou foi o ano passado? quem conhece o...
AHCRAVO'S BLOG · 1W ago

quem safa as redes, safa a vida?

depois de largar e alar safar peixe se houver há que safar e arrumar as redes são muitas as horas para tão pouco ganho falo da solheira
AHCRAVO'S BLOG · 1W ago

postais da ria (213)

irei até onde com o que tudo é de novo início tardio mas início escasso o tempo desgastado o corpo cirandado pelo tempo caminho caminho caminho o que resta de mim sonhos por cumprir irei até...
AHCRAVO'S BLOG · 1W ago

mãos de mar (23)

de tanto dares de tanto dares a mão ficaste sem ela deste porque sim receberam porque tamb...