Add Your Blog | | Signup

Desejos pecaminosos Contos eróticos com BDSM à mistura

Portuguese - Erotic, Bdsm, Sex
http://desejospecaminosos.blogspot.pt/
Desejos pecaminosos · 11h ago

A cadela (parte 2)

continuação...Durante o tempo que estive sozinha, a minha cabeça não parou de funcionar, tentando assimilar o que me havia acontecido durante aquele dia.Durante toda a minha vida, nem mesmo ...
Desejos pecaminosos · 3d ago

A cadela (parte 1)

Quando escrevi a minha autobiografia, há uns anos atrás, fui o mais honesta possível e mencionei tudo o que achei relevante que se soubesse sobre a minha vida, especialmente tendo em conta q...
Desejos pecaminosos · 1M ago

A aluna

(história anterior)Não julguem pelo meu silêncio que eu tenho estado quieta com os meus meninos; todavia, o rapazito que está encarregue de escrever as nossas aventuras tem-se desleixado com...
Desejos pecaminosos · 2M ago

A aposta (parte 2)

continuação...Fomos a um bar na zona dos Foros de Amora que mais parecia uma quinta de casamentos, de tanto espaço que tinha no exterior para estacionamento – e, de facto, tinham imensos veí...
Desejos pecaminosos · 3M ago

A dama de espadas

(história anterior)Este talvez seja o último texto que vou escrever. A minha vida deu uma curva para pior e transformou-se num Inferno muito maior que aquele em que eu já me encontrava. A mi...
Desejos pecaminosos · 3M ago

A aposta (parte 1)

(história anterior) - Estás a ver? – regozijei-me assim que entrámos em casa – Estavas tu cheia de medo deles… A primeira já cá mora!- OK, OK, amor, tinhas razão. – Ana suspirou, apesar de t...
Desejos pecaminosos · 3M ago

Consolar a viúva

Marília meteu as últimas coisas dentro da caixa de plástico, tapou-a e olhou para o quarto que agora se encontrava vazio. Durante alguns anos, aquele havia sido o quarto das ferramentas de P...
Desejos pecaminosos · 4M ago

Recepção de boas vindas (parte 2)

(continuação...) A Enfermeira-Chefe N empurrou a cadeira de rodas por um corredor comprido, cheio de portas de um lado e do outro, todas elas fechadas à chave mas de onde, de trás de algumas...
Desejos pecaminosos · 4M ago

A Dona Armanda

(história anterior) “No Carnaval é que elas saem à rua.” A frase é de uma colega minha de trabalho e acaba por resumir bem o que foram esses dias na empresa onde trabalho. Na noite do Doming...
Desejos pecaminosos · 5M ago

Recepção de boas vindas (parte 1)

Catarina fora uma rapariga que sempre se habituara a ter tudo o que desejava. Filha de pais bem na vida e que nunca lhe negaram qualquer um dos seus caprichos, ela havia atravessado a adoles...