Add Your Blog | | Signup
E Era Tudo Muito Bom... · 1M ago

semeio

Semeio, as herançasdo Sol e da Lua,de letras,que existiam antes de mimem páginas brancasseduzidaspela passagem do tempo.Solto,por entre dedos,coisas minhas,escolhidassem saber como,sementes ...
E Era Tudo Muito Bom... · 1M ago

no limite

lá fora sopra uma brisapacientecomo a esperar por mim,chama-meem sussurrode desafio,sem promessaou contrato por assinar.está lá,existe,para além do que sou,para além do que sinto.
E Era Tudo Muito Bom... · 1M ago

(des)caminho

Deixa-me curvarnesses caminhosque são teus limites,desculpas no teu seio,regaço só meu.Permite-me desbravaresse jardimdesabrochado no desejoa perder de vistapois se me cegascom tua pelecolad...
E Era Tudo Muito Bom... · 2M ago

Que te posso eu dar?

Que te posso eu dar?Apenas uma mão cheia de mim,vida de raízes sem chão,terra onde me semeio,floresçoe desvaneço.Somente uma caricia de saudade,de outros tempospor onde ervas se derramaram,o...
E Era Tudo Muito Bom... · 2M ago

casa fechada

Veio o vento e soproutempo em casaque não era minha,teceufios de saudade,embaraços,que me toldam o olharporque tujá não moras aqui.Chegou a madrugadae acordououtro dia,outra história,outra f...
E Era Tudo Muito Bom... · 2M ago

Quando

Quando tu me apertascom teu querertoda eu sou pele,esqueço-me de respirardissolvo-me no gemido quente.de teu corpo,chamando-me ainda maiscomo se as mãos,o abraço fossem pouco.Quando me procu...
E Era Tudo Muito Bom... · 2M ago

Sínbolos

E Era Tudo Muito Bom... · 2M ago

em e com 'maio'

Ofereceste-me um jardim,eu só queria uma flor,um raio de soldo verão imensoque é teu calor.Deixa-me o pequenino,o amarelo das pétalashúmidaspelo orvalho da manhã,a tua pele nuae salgada depo...
E Era Tudo Muito Bom... · 3M ago

soltando-me

Aqui,neste final de tarde,escoam-se os últimos raios de sol,escorrem estrelasno horizontepara lá  do olhar.E é neste lusco-fuscoque se destapamas vontades  sem dono,os desejos alados.Agora é...
E Era Tudo Muito Bom... · 3M ago

Na procura

Não me procures em meus pensamentos,tampouco em minha roupa,e ainda menos em sonhos adornados das minhas vontades.Não me chames pelo nome,pelo eco da minha passagemou por mim.Pois não  sabes...