Add Your Blog | | Signup
poesia · 3h ago

nuno vidal / coda

Quando falas duma estrelafalas da ruiva, da polícia,de ti? Falas da falta.Uma cova de leite.Pode ser um brilho que prendeo casaco, um talismã de procela.Aquilo fica connosco atéde madrugada,...
poesia · 1d ago

gil de carvalho / amazonas

Em Manaus, por esta altura nadavasRespirando longe do jacaré,Na posse dos segredos da belezaO fumo dos camiões era uma secaHomenagem, quase intacta, à floresta.E o sabiá, forasteiro,Sabia ta...
poesia · 2d ago

pier paolo pasolini / poemas mundanos

21 de Junho de 1962Trabalho o dia todo como um mongee à noite vagueio, como um gatoà cata de amor… Vou sugerir à Cúria que me santifique.Com efeito, respondo à mistificaçãocom a mansidão. Ol...
poesia · 3d ago

camilo pessanha / quem poluiu...

Quem poluiu, quem rasgou os meus lençóis de linho,Onde esperei morrer - meus tão castos lençóis?Do meu jardim exíguo os altos girassóisQuem foi que os arrancou e lançou no caminho? Quem queb...
poesia · 4d ago

miguel torga / perplexidade

Hesito no caminho.Ninguém segue este rumo…É noutra direcçãoQue o vento leva o fumoDas paixões…Chegar, sei que não chego,De nenhuma maneira;Mas queria ao menos ir no lírico sossegoDe quem não...
poesia · 5d ago

saint-john perse / estrofe

I…Estreitos são os barcos, estreita a nossa cama.Imensa a extensão das águas, mais vasto o nosso impérioNos quartos fechados do desejo.Entra o Verão, que vem do mar. ao mar apenas, diremosQu...
poesia · 6d ago

tamura ryuichi / país longínquo

O meu sofrimentoÉ simples     Tal como para cuidar de um animal de um país longínquo     Não é necessário um tratadorA minha poesiaÉ simples     Tal como para ler uma carta de um país longín...
poesia · 1w ago

rené char / canção do veludo côtelé

O dia dizia: «Tudo o que sofre me acompanha, agarra-se a mim, quer ser feliz. Testemunhas da minha comédia, segurai meu pé alegre. Receio o meio-dia e a sua seta merecida. Não há nada que no...
poesia · 1W ago

luis muñoz / a moral ordinária

Não foi somente provar, mas provar-se.Foi um cheiro e um tacto,uma penugem,pegar com as palavras as carícias,consentir-se na forma de um corpo semelhante,nadar nesse espelho de prata tempera...
poesia · 1W ago

wislawa szymborska / possibilidades

Prefiro o cinema.Prefiro os gatos.Prefiro os carvalhos nas margens do Warta.Prefiro Dickens a Dostoiévski.Prefiro-me gostando dos homensem vez de estar amando a humanidade.Prefiro ter uma ag...