Add Your Blog | | Signup
Sentado no mocho · 2h ago

máscara

mas se um dia me ouvirem dizer: não!
Sentado no mocho · 1W ago

passagem

a verdade absoluta das coisas vem sempre na escuridão nasce na aurora da paixão nos sonhos onde sempre poisas ¨¨¨¨¨¨¨¨ disseste um dia que o vento era uma alma vazia agora sou eu sem talento...
Sentado no mocho · 1W ago

outro dia, outra memória

agora a noite é vaga que a mão a traga onde a memória não floresce e a cortina se feche agora que há carreiro de formiga a semente brava que o diga quando o vento falha e a sorte não calha a...
Sentado no mocho · 2W ago

limitar

do que sobra do que ninguém terá
Sentado no mocho · 2W ago

slow tempo

Abre um buraco na terra, lentamente Deixa que o movimento contínuo se dissolva Como se amanhã a rotina ficasse ausente Numa expectativa que a sombra fresca resolva . Cobre as raízes com a te...
Sentado no mocho · 3W ago

Velho a mais na estrada

foi devagar que o caminho se fez mas neste lugar já não há senha de vez toda a redenção é amarga líquida e breve e se a saída é larga a carga é leve o domínio das batalhas e das espadas semp...
Sentado no mocho · 1M ago

o sol sem eira

julguei um dia que o combate era uma forma de arte fui à luta e não morri… mesmo perdendo sorri pois só assim vês o que vale a pena o momento exacto de sair de cena nos bastidores respiras e...
Sentado no mocho · 1M ago

Tu e as cores e agora

o passado é um presente envenenado o futuro é um quarto escuro   solta os demónios e os sorrisos   de que serve a servidão da melancolia ou a noite ser dia de que vale a valência menor da in...
Sentado no mocho · 2M ago

In a cross grey road

  (…) In you the wars and the flights accumulated. From you the wings of the song birds rose. You swallowed everything, like distance. Like the sea, like time. In you everything sank! (…) Th...
Sentado no mocho · 3M ago

Ch.

Publicado originalmente em Sentado no mocho: está tudo escrito acerca da capacidade intrínseca de esquecer o mais e verter a lágrima. se aperta, respira.